fevereiro 03, 2009

A (r)evolução que a maternidade me causou...

Eu me casei com 24 anos. Tive minha primeira filha com 25 anos e de lá pra cá como mudei!!!

A maternidade é a forma mais "bruta" de mudança na vida da gente, eu acho.

Sarah nasceu de cesarea desnecessária, foi amamentada até 1 ano e 4 meses, tomou alopatia por 3 anos. Voltei a trabalhar quando ela tinha 4 meses e acompanhei super pouco seus "primeiros passos"

Rafael nasceu de cesarea desnessária tambem, mas pelo menos eu entrei em TP, foi amamentado até os 2 anos e tomou alopatia por 2 anos. Voltei ao trabalho quando ele fez 6 meses, mas dai em diante tambem o acompanhei pouco, tambem comecei a estudar nessa epoca.

Gabriel nasceu de parto normal, em casa, foi amamentado até 1 ano e meio, nunca tomou alopatia, só Homeopatia, tambem nunca teve nada grave (desde então os irmãos não tiveram mais nada porque entraram na Homeopatia tambem), mas tambem voltei ao trabalho e estudos quando ele fez 6 meses.

Ana nasceu em casa em abril do ano passado, só comigo e com o pai, está em livre demanda no aleitamento materno, já usou Homeopatia para uma gripezinha e nada mais, tem a mãe 24 horas a disposição, assim como os irmãos tambem a partir de agora, e vai ter ainda por muito tempo.

Eu era a senhora perfeccionista, impositiva, detalhista, a "dona da razão", que não permitia erros, não aceita criticas, queria a casa sempre limpa e arrumada, mas mudei, e como!

Agora ficamos o dia brincando! Eu e as crianças, e quando o pai chega a festa continua!
Assistimos TV, debatemos ecologia, economia, alimentação, consumo consciente, e mais um monte de coisas, tudo em familia!

A casa as vezes fica uma "zorra total" e não me incomoda mais, nem as coisas por fazer, enquanto estou aqui com meus pequenos. Vivo a vida agora de forma mais leve e tranquila. Tambem aprendi aceitar muito melhor o "diferente".

Tá certo que não fico 5 minutos sem ouvir: "mãe quero fazer xixi", "mãe to com fome", "mãe quero agua", "mãe vem me limpar", mãe, mãe, mãe... Mas é tudo muito bom!

Ainda fico umas 3 horas na net, mas para quem ficou por 8 anos trabalhando na frente do PC por 40 horas semanais, é um pouco dificil de se livrar...rsss

Eu vou mudando, evoluindo, e acho que como diz o ditado: "Quem não muda, fica parado na vida!"

Prefiro ser mutante do que viver parada! huahuahuahua

Hoje só tenho uma obrigação: Ser feliz e fazer felizes os que amo, sem medir esforços!

5 comentários:

  1. Creio que nós tornamos mais humanos, pais e mães, vemos o mundo mais slow, e eu amo muito ver as coisas assim..
    Considero que me tornei um ser melhor após minha cria.
    O tempo ganha outra dimensão.

    Muito obrigada pelo lindo texto!

    ResponderExcluir
  2. Um dia você me disse:
    Ai Lu eu tenho vontade ter 6 filhos, bom só faltam dois huahuahuahua
    Maternidade é mágico, nosso tempo é todo pra eles, até nosso trabalho é pensando neles não!

    Minha sogra, vó teve 13, e aqueles que tiveram 16,17, deve ser uma doideira se bem que os mais velhos é que pagam o pato né!
    Tem mãe que tem um filho e o maltrata, tem mãe que tem muitos e os ama com intensidade, abraçar a maternidade é para poucas, você por exemplo é de se espelhar. Parabéns pela coragem e dedicação a seus filhos. E algum deles ta puxando pra você no quesito música? Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oi Rosana! Acho que agora os comentários do novo blog já estão funcionando! Obrigada pela ajuda! Embora eu tenha feito exatamente o que vc falou para fazer, eu não faço a menor idéia do que fiz heehe!!!
    Sobre este post... ser mãe muda tudo!!! Eu ainda quero mudar mais!!!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. é isso mesmo
    Ser mae é uma loucura realizadora né?!
    Bem.... viva a mutação!

    ResponderExcluir
  5. maravilhosas revoluções... delícia!

    ResponderExcluir

Faaaala que eu te escuto...